Fernando não esteve aqui!_Página_03
Fernando não esteve aqui!_Página_04
Fernando não esteve aqui!_Página_06
Fernando não esteve aqui!_Página_09
Fernando não esteve aqui!_Página_07
Fernando não esteve aqui!_Página_10
Fernando não esteve aqui!_Página_11
Fernando não esteve aqui!_Página_13
Fernando não esteve aqui!_Página_14
Fernando não esteve aqui!_Página_15
Fernando não esteve aqui!_Página_19
Fernando não esteve aqui!_Página_18
1/1

© Fernando Maia da Cunha - Photography / Call 85. 998116161 / fernandomaiadacunha@gmail.com

Fernando não esteve aqui!

 

Ao retornar à Albânia, 44 anos depois, ouvi da policial de controle de passaportes a seguinte frase, em albanês é claro! “O Senhor já esteve na Albânia?” Eufórico por retornar ao pais em que vivi até os sete anos ia responder sim, mas, minha mãe me interrompendo disse: “O Fernando não esteve aqui, quem esteve aqui foi o Carlos José!” O tempo parou e eu cai em mim ao lembrar que quando viemos para a Albânia exilados, eu tinha o nome fictício de Carlos José.

Esta narrativa é base para a construção desse ensaio de auto-retrato que busca pensar o atravessamento que a fotografia tem entre o documento e a ficção, questionando o estatuto das imagens e o espaço transitório entre a memória e o esquecimento na construção da identidade.