Pequeno inventário de Esquecimentos

"O que é a verdade, portanto? Um batalhão móvel de metáforas, metonímias, antropomorfismos, enfim, uma soma de relações humanas, que foram enfatizadas poética e retoricamente, transpostas, enfeitadas, e que, após longo uso, parecem a um povo sólidas, canônicas e obrigatórias: as verdades são ilusões, das quais se esqueceu que o são, metáforas que se tornaram gastas e sem força sensível, moedas que perderam sua efígie e agora só entram em consideração como metal, não mais como moedas". Nietzsche

Esse ensaio busca através da imagem materializar uma história oral relatada pelas minha mãe e madrinha, que descreve como foi a saída do Brasil em 1970 por uma viagem clandestina de ônibus do rio de janeiro a porta alegre ( ponto de partida para o exílio que passou pelo Uruguai e depois Paris ).