© Fernando Maia da Cunha - Photography /  fernandomaiadacunha@gmail.com

Canindé Sertão e Fé

 

Romeiros de Canindé, não medem esforços, não há dificuldade pois dentro de cada um desses corações, só pulsa um amor. Cada um, traz, dentro de si a chama que mantêm viva sua resistência. Pedir, prometer, pagar e descansar, ritmo do dia a dia da fé em São Francisco é o retrato do sertão que resiste que renasce e enfrenta a dura sina que lhe foi imposta.